O Ensino começou para mim no já distante ano de 1981, na então Escola Secundária de Estremoz. Mais tarde, entre 1993 e 1999, leccionei no ensino superior várias cadeiras na área das Contabilidades (financeira, analítica e pública) e da Matemática Financeira.

A minha carreira no ensino apenas foi interrompida por 4 anos, entre 1999 e 2003, período em que exerci cargos dirigentes em dedicação exclusiva (primeiro como Administrador do Instituto Politécnico de Portalegre e depois como Director do Departamento de Administração Geral e Finanças do Município de Portalegre).

A Formação foi uma actividade que iniciei ainda enquanto docente da ESTG (Escola Superior de Tecnologia e Gestão) de Portalegre. Fiz formação para jovens licenciados no IPJ, depois para jovens quadros através do IEFP, para acabar a especializar-me em programas fundamentalmente orientados para empresas (formação/consultoria).

Mais recentemente as práticas formativas e de ensino evoluíram num novo sentido, fruto da experiência adquirida enquanto formador de ensino à distância da OTOC. Foi nesse contexto que criei a plataforma Indústria do Conhecimento e, através dela, comecei a divulgar saberes não circunscritos à sala de aula ou de formação.